16.10.06

Casa boa

Do reino cor-de-rosa do afeto recebo mais um pequeno lote de poesias da Luísa Müller - figura já presente, nos primórdios deste blog - e que molha sua pena num habilidoso e interessante trato com as palavras, além da carga sempre grande de sentimento, em geral leve de se ler.
Publico "Casa boa", desses novos, que me fizeram jubilar pela multiplicidade dos estilos de poesia abordados aqui no Presença.
Obrigado Luísa !

__________________________

Casa boa

Casa boa
branca
casa da gente
casada sente
a mulher
no meu peito
na mente
que voa no sonho
da casa branca
da vida boa.
Casa contigo
a mulher do meu peito
no sonho da casa branca
da vida boa
na casa da gente.

Um comentário:

Luisa disse...

Sinto-me extremamente honrada em voltar a fazer parte do Presença. Essa iniciativa de trazer a poesia à tona é brilhante, Isaac!

Beijos